2 de jan de 2011

Mais que Amigos - Cap V


-Você tem titica na cabeça? Comeu “bosta” no café da manhã? – a Pillar parecia brava comigo.
-O que? Por que você ta falando assim comigo? – eu não estava entendo ela.
-Você só pode ter algum problema mental. O cara mais bonito da escola falou com você e a única coisa que você faz é dar patada nele? Alow! Era o Matheus Santelli! O pivô do time de futsal do colégio, moreno, alto, cabelo espetadinho e preto. Acorda! 11 entre 10 garotas querem ficar com ele – ela estava praticamente babando em cima das empadas enquanto falava dele.
-Então eu sou a décima segunda garota, porque eu não quero ficar com ele – alow, acorda, era ela quem tinha algum problema mental, tinha esquecido que eu gostava do Davi?
-Ah, corta essa. O cara mais bonito da escola fala com você, nem pra você bater um papinho com ele. Mesmo que fosse só pra mostrar pro Davi que você não ta nem aí pra ele.
-Hum, mostrar pro Davi? – essa me pareceu uma boa idéia. Não queria que ele soubesse que eu estava triste
-Ih, muda de assunto que ele tá vindo ai... nossa mas essa empada ta muito boa, pega uma – e enfiou uma empada na minha mão.
-Ei meninas – era o Davi - eu vi o Matheus falando com você, Marina, o que ele queria? Te pedir pra deixar ele furar fila? – ele tava me zuando.
-O quê? – era só o que me faltava.
-Sei lá! Pedindo seu telefone que não era? – ele estava sendo sarcástico.
-Como assim? Porque você acha que ele não estava pedindo meu telefone?
-Ah, corta essa Marina. Você não faz o tipo do Matheus.
-Não faço o que? Como assim eu não faço o tipo dele? Você acha que eu não sou bonita o bastante pra ele querer meu telefone?
- Não é isso. Você é bonita, mas ele gosta de garotas mais “experientes” se é que você me entende.
-O que? Não me interessa de que tipo ela gosta. Interessa que ele me chamou pra sair. Pronto, falei, tá satisfeito? – e saí, ele já tinha me irritado muito. Voltei pra sala e a Pillar veio atrás com as empadinhas.
-Legal, ele ficou bem bravo quando você disse que o Matheus te chamou pra sair – disse ela.
-É, e agora? Eles são do mesmo time, quando o Davi descobrir a verdade, ai que mico.
-Calma, agora a gente tem que dar um jeito do Matheus te chamar pra sair – e logo depois ela fez uma cara de quem tava resolvendo uma questão insolúvel de física.
-Jura? Me diz como? O Davi tava certo, eu não sou o tipo do Matheus. Eu nem sei porque ele tava falando comigo – eu tinha me metido em um problema.
-BRIGA! BRIGA!BRIGA! – os gritos vinham do pátio. Nós corremos pra ver o que estava acontecendo.
O Davi estava brigando com o Matheus e todo mundo em volta incentivando a baixaria.
-É melhor você ficar longe dela! – gritou o Davi.
-Porque isso te deixa tão irritado? É talvez eu saia com ela sim, e daí? Você não tem nada a ver com isso – gritou o Matheus dessa vez.
-Estou te avisando pra ficar longe dela, ou eu vou...
-Vai o que Davi? Vai me bater? – e soltou uma gargalhada – Então acho que você pode me bater, porque eu não vou sair do lado dela – ele veio na minha direção e me segurou pela cintura. No mesmo instante o Davi voou pra cima dele, e os chutes, pontapés começaram. Oh meu Deus! O garoto que eu gosto e o cara mais bonito do colégio estavam brigando por minha causa?! Uau!


4 comentários:

Zack disse...

\O/ continua que tah ficando mto bom (ganhou um leitor fiel todo dia to aki ygsagysas)

caroline disse...

Podia me dizer como chama a autora do livro ?? eioeioe

Matheus Santelli disse...

Gostei , Parabéns !

Matheus Santelli disse...

Gostei , Parabéns !

Postar um comentário

Me diga o que quiser. Críticas? Elogios? Ideias? Precisa conversar ou quer um conselho? Fique a vontade pra escrever nesse espaço.