14 de fev de 2011

Mais que Amigos - Cap XII - Anexo: A Ligação do Davi


O Carlinhos era o ruivo sardento mais fofo que eu conhecia. Eu era gamada nele desde a 7ª série quando ele ía na minha sala carregando a caixa de livros da professora de Português. Teve aquela vez também na 8ª série quando ele entrou na frente de um carro pra salvar um cachorrinho que ía ser atropelado porque o motorista estava distraído no celular, ele era louco por cães, tinha 4 na casa dele. Ele sempre andava no meio dos populares da escola, embora ele não fosse o tipo popular, na verdade, ele sempre foi o capacho dos populares. Não entendo porque ele agüenta os mandos e desmandos do Matheus Santelli, só porque eles são primos? Isso não é desculpa. Enfim, eu estava muito feliz me arrumando pra encontrar com ele quando o celular toca.
- Ai, onde eu deixei o celular – fiz uma força pra lembrar da última vez que tinha visto o meu BlackBerry preto – ACHEI! – estava debaixo da cama, vai saber como ele foi parar lá. Era o número do Davi, o que será que o Davi queria num sábado a noite? Ele não estava bravo comigo? Atendi o celular:
- Alô
- Pillar? Oi é o Davi, tudo bem?
- Tudo e você? Resolveu voltar a falar comigo? – eu perguntei.
- Águas passadas Pillar – ele respondeu.
- O que aconteceu Davi?
- Nada.
- Nada? Nada!? Se nada aconteceu eu sou a Lady Gaga. Anda, conta o que aconteceu – eu pressionei.
- Eu tava pensando na Marina. Desde quarta-feira que eu não vejo, nem falo com ela. Liguei hoje pro celular dela e ela não atendeu – ele contou.
- A Marina não atendeu a sua ligação! Que milagre.
- Pois é, eu também achei muito estranho. Será que está tudo bem com ela? – ele perguntou. A voz dele parecia de preocupação.
- Acho que sim Davi, eu sei que ela viajou com os pais dela pra um fazenda do amigo do pai dela, algo assim. O celular dela deve estar fora de área – eu supus.
- Não, eu liguei várias vezes, tocava e tocava até cair na caixa postal, eu liguei várias vezes antes do almoço pra ela. E agora cai direto na caixa postal. Será que ela desligou o celular?
- Porque ele desligaria o celular com você ligando pra ela – eu disse ironicamente.
- Você sabe que eu briguei com ela Pillar.
- Jura?! – eu fingi surpresa ironicamente – Então né Davi, deve ser por isso que ela desligou o celular. Você tratou ela mal, normal que a Marina esteja chateada.
- Koé Pillar, a Marina sempre me perdoa, ela não é de ficar fazendo birra. Alguma coisa aconteceu.
- Sei lá. Vai ver ela está muito ocupada pra atender os teus telefonemas – eu disse.
- Ocupada? Ocupada com o quê? A Marina não faz nada.
- Aff Davi! A Marina tem a vida dela. Acorda! O mundo dela não gira em torno do seu. Com sorte ela deve ter arrumado alguém pra ficar lá no lugar onde ela foi.
- Você tá brincando comigo né? – ele riu horrores de deboche no celular.
- Por que você tá rindo? – eu quis saber.
- Imagina se a Marina ía arrumar um peguete, só você mesmo Pillar com essas idéias malucas. A Marina não é desse tipo de menina que fica com qualquer um. Duvido que ela tenha arrumado alguém – ele disse.
- Se eu fosse você eu não duvidava disso, tem muito gatinho dando sopa pra ela.
- Quem? – ele disse isso e morreu de rir de novo no celular.
- O Matheus Santelli, por exemplo – eu disse.
- A Pillar, fala sério. Você acredita mesmo que ele quer alguma coisa com a Marina. Ele é o cara que mais se acha lá no colégio. Justo ele ía dar corda pra Marina – ele parecia estar com ciúmes do Matheus.
- Qual o problema? A Marina é muito bonita. Qualquer um ficaria com ela. E além do mais, você viu eles lá na escola. Não foi por isso que vocês brigaram? – eu disse.
- Foi – ele respondeu meio sem graça – mas eu sei que ele fingiu interesse na Marina só pra me irritar.
- Ai Davi! Chega, cansei de ouvir você falar merda. Tchau! – e desliguei o celular.
O Davi era muito convencido tem hora. Me dava raiva quando ele ficava assim, e isso piorou muito depois que ele começou a namorar a Camila. Mas eu tinha um encontro esta noite, e estava muito ocupada me arrumando.

(continua)

0 comentários:

Postar um comentário

Me diga o que quiser. Críticas? Elogios? Ideias? Precisa conversar ou quer um conselho? Fique a vontade pra escrever nesse espaço.